Vera Cruz - RS, sexta-feira, 26 de abril de 2019
Publicado 19/03/2019 » Geral
Ações garantem água mais limpa
Fonte: Jornal Arauto

Vera Cruz é pioneira no projeto de recuperação e proteção dos recursos hídricos, com a adesão ao programa Protetor das Águas, ocorrido em 2011. De lá para cá foram inúmeras ações para preservar as nascentes do Arroio Andréas. Na última sexta-feira, dia 15, parceiros e produtores que fazem parte do programa se reuniram para celebrar a renovação do convênio de cooperação do Protetor das Águas. A assinatura do contrato ocorreu junto à entrega simbólica do Pagamento por Serviços Ambientais (PSA), aos 63 produtores participantes, nas dependências do Clube Vera Cruz.

Desde o ano passado, a empresa Philip Morris Brasil financia o programa que recompensa os agricultores cadastrados, em que cada produtor recebeu R$ 200 na adesão ao programa e mais R$ 325 por hectare preservado, além da isenção da tarifa de água, cerca de R$ 500 por ano. O pagamento deste ano deve ser realizado até o fim do mês de março.

Durante a cerimônia de renovação de convênio, o secretário de Obras, Saneamento e Trânsito e de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente, e ainda coordenador do programa, Gilson Becker, resgatou sobre a origem do projeto, que inicialmente focou no diagnóstico e mapeamento das nascentes até as atividades de preservação. Atualmente com 63 produtores e 68 propriedades, Becker revela que há uma lista com 30 produtores à espera para participar e, por isso, destacou que a possibilidade de ampliação do programa já é estudada.

Becker ainda reforçou sobre a importância do trabalho realizado no programa no que se refere ao cuidado com o Arroio Andreas, ponto de captação da água que passa pela Estação de Tratamento de Água (ETA). Com o trabalho que  vem sendo realizado, em 2017 as classes 1 e 2 atingiram 89%, sendo possível reduzir os produtos químicos que são usados no tratamento da água. Com água de mais qualidade há economia anual de R$ 185 mil. 

Para o diretor de manufatura da Philip Morris Brasil, Alejandro Okroglic, “à medida em que avançamos em direção a um futuro sem fumaça, sabemos que reduzir nosso impacto ambiental e gerenciar de maneira sustentável os recursos limitados do planeta é fundamental para o nosso crescimento a longo prazo. A água é preciosa e estamos comprometidos em usá-la de forma responsável onde quer que operemos. Além disso, queremos contribuir com a conscientização da sociedade para preservação deste recurso indispensável à vida, reflete.

Preservando e contribuindo para o futuro do meio ambiente

Sigfried Rauber, de 79 anos, mora na área central, no entanto, possui propriedade em Dona Josefa. O vera-cruzense é um dos primeiros produtores a aderir ao programa. “É o máximo este projeto”, diz. “Não é só para mim e minha família que preservo, é para toda a população”, frisa. Além de ter consciência sobre a importância de preservar, o aposentado fala da alegria que é ver hoje o campo sendo tomado pelo gado e a vegetação ter tomado conta do entorno do arroio. Quem também sabe da importância de preservar é Traude Oldemburg, de 61 anos. Ela, ao lado do marido Sérgio, hoje dá continuidade ao trabalho feito pelo sogro Osvaldo, que faleceu há cinco anos e também fazia parte do Protetor das Águas.

Produtores receberam pagamento simbólico na manhã de sexta-feira, no Clube Vera Cruz (Foto: Jornal Arauto)






JORNAL ARAUTO
(51) 3718-3400
Rua Jacob Blész, 38 - Vera Cruz - RS
Caixa Postal 58 - CEP: 96880-000
Copyright © 2010 - www.jornalarauto.com.br






by Sizing - Soluções para Internet